fbpx
original acafeaeafffca

original acafeaeafffca

Segurança do Wi-Fi: como proteger os dados ao usar redes públicas?

É inegável o quanto a internet se tornou essencial em nossas vidas. Estamos o tempo todo conectados, por isso mesmo, é cada vez mais comum a utilização de redes públicas de internet.
Elas estão em restaurantes, em aeroportos ou em pontos distribuídos pelas próprias operadoras, a verdade é que sempre estamos em busca de uma conexão. Mas, você já pensou na segurança do wi-fi que está trafegando?
Entenda melhor como essas redes funcionam e como proteger seus dados ao acessar em uma delas.

O que é preciso saber sobre a segurança do wi-fi?

Levando-se em consideração que hoje fazemos quase tudo pelo smartphone, incluindo acessar e-mails e contas bancárias, é importante ressaltar a necessidade de manter seus dados em segurança. O problema é que muitas redes podem não ser criptografadas ― codificação das informações ― por isso são mais susceptíveis a ataques e golpes.
Pessoas mal-intencionadas têm o mesmo acesso fácil que você em redes públicas, por isso, aproveitam essa facilidade para pegar suas informações valiosas ou para espalhar malwares (programas maliciosos) para os demais usuários. Podem, até mesmo, ter acesso às credenciais de segurança de sua rede empresarial.
Sendo assim, é imprescindível ter todo o cuidado possível ao conectar-se às redes públicas e ter certeza da segurança do wi-fi para evitar problemas. Veja algumas dicas para fazer isso.

Como proteger os dados em uma rede pública?

Desconfie de todos os links

Em função da fragilidade de segurança desse tipo de conexão, o ideal é limitar o acesso a sites de sua confiança. Golpistas podem replicar páginas para subtrair suas informações. Dê preferência a sites com certificados de segurança, com endereços que começam com HTTPS, por exemplo, pois são mais difíceis de ser invadidos.
Além disso, evite sites onde é possível capturar suas senhas ou credenciais e, principalmente, não faça transações bancárias ou compras em que precise digitar dados de cartões de crédito, ou informações pessoais. Dessa forma, evita a interceptação desses dados.

Use uma VPN

A utilização de aplicativos de VPN - Redes Virtuais Privadas ― são bastante eficazes para se proteger em uma rede pública. A função da VPN é justamente criptografar os dados impedindo que outros usuários possam “roubá-los”, mesmo se interceptarem sua conexão. Dessa forma, as credenciais estarão protegidas por meio dos códigos.
Além disso, a intenção dos golpistas ao invadir redes públicas é a facilidade de conseguir as informações por meio de usuários desprotegidos. Portanto, dificilmente perderão mais tempo na tentativa de descriptografar as suas, caso estejam codificadas.

Verifique a legitimidade da rede wi-fi

Antes de qualquer coisa, evite redes públicas que estejam totalmente abertas. Lembre-se que a facilidade com que você as acessa, os usuários mal-intencionados também. Além disso, esses golpistas também podem criar falsos hotspots (wi-fi liberado) justamente para ter acesso às informações de quem os acessa.
Isso não significa que todas as redes completamente abertas são falsas e nem que se elas exigem algum tipo de credencial seja confiáveis. Existem criminosos virtuais bastante habilidosos. No entanto, essa é uma forma de reduzir as possibilidades de cair em uma fraude.

Desabilite o compartilhamento de arquivos

Sempre que estiver utilizando uma rede pública, lembre-se de desabilitar o compartilhamento de arquivos. Assim, evitará que venha a compartilhar informações acidentalmente. Essa configuração permite que dados sejam acessados por terceiros em uma mesma rede sem a necessidade de autorização e, provavelmente, não é sua intenção.
Por padrão o compartilhamento fica habilitado, por isso, o procedimento de desativação é necessário. A configuração é simples e pode ser realizada tanto no Windows, no “Painel de Controle”, como no Mac, em “Preferências do Sistema”.

Ative a verificação em duas etapas

A ativação do recurso de verificação em duas etapas aumenta em mais um nível a proteção de seus dados, principalmente em redes sociais, logins em sites e e-mails. Esse artifício garante que além das credenciais solicitadas por padrão, seja necessária mais uma etapa com informações adicionais, que podem ser códigos enviados para outros dispositivos ou geradores de acesso.
Uma vez que será necessário fornecer mais códigos de segurança, gerados aleatoriamente, e que estarão em seu poder, dificultará a ação de interceptadores e criminosos. Mais uma vez vale lembrar que eles preferem buscar usuários desprotegidos.

Desconecte de todas as contas ao sair

Para evitar que outras pessoas tenham acesso aos sites ou contas que você acessou enquanto utilizava a rede públicas, lembre-se de desconectar de todas elas ao sair. Também é importante deslogar da rede e optar pela opção de “esquecer”. Isso, porque um acesso “acidental” pode ocorrer e deixar seu dispositivo vulnerável.
A mesma dica também é importante quanto a deixar o wi-fi sempre ligado. Seja no notebook ou no celular, habilite essa opção apenas quando for utilizá-la, para evitar que estejam abertos nessas redes sem necessidade.

Pesquise por soluções específicas

É importante salientar que, mesmo depois de seguir todas essas dicas, não existe nenhuma garantia que sua conexão estará protegida. Elas reduzem as possibilidades de interceptação, mas não tornam a segurança do wi-fi infalível. Por isso, buscar uma solução específica e eficiente para seus dispositivos, pode ser a melhor opção para evitar maiores problemas.
A Spring Telecom oferece a solução de MDM para gerenciamento de dispositivos móveis. Essa ferramenta pode ser instalada no celular para criar políticas da empresa, tais como restrições para acesso a determinados sites, instalação de aplicativos, entre outros, de modo a evitar esse tipo de invasão. É uma forma segura de proteger os dados da sua empresa.
Enfim, a utilização de redes públicas de acesso à internet é uma realidade e a tendência é que aumente cada vez mais. No entanto, é importante ter atenção à segurança do wi-fi e ao quanto seus dados estão protegidos ou susceptíveis ao vazamento de informações.
Algumas precauções podem ser tomadas, mas nem sempre serão a garantia de que não haverá problemas. Portanto, é importante pensar em uma solução específica que trará a segurança que sua empresa precisa.
Aproveite e conheça mais sobre as estratégias de gerenciamento de dispositivos móveis e a solução de MDM da Spring Telecom para proteger suas informações.

WhatsApp (11) 93023-8494