fbpx
mercado de telecom

mercado de telecom

Mercado de Telecom: como está hoje e quais as perspectivas para o futuro?

Desde a implantação das redes móveis (GSM) e a mudança de comportamento dos usuários, que passaram a realizar toda e qualquer atividade pelo smartphone, o mercado de telecom no Brasil tem sofrido uma grande pressão para aumentar a convergência e a disponibilidade de acesso às redes.

Segundo dados da Teleco, são mais de 267 milhões de aparelhos, entre dispositivos móveis e fixos, e cuja as 31 milhões de assinaturas de banda larga aumentam a demanda pelos serviços ofertados pelas operadoras de telefonia.


Os desafios do setor vão desde a dificuldade em criar uma infraestrutura adequada em locais de difícil acesso até o deficit de mão de obra qualificada, que suporte e promova maior inovação. O Objetivo é oferecer uma integração de canais e uma experiência única aos milhões de usuários pelo país.
Neste artigo, discutiremos os desafios e as tendências do mercado de telecom para os próximos anos. Confira a seguir.

Quais os desafios enfrentados pelo mercado de Telecom? O mercado de telecom é uma das vertentes da tecnologia que supre a necessidade de alta disponibilidade de acesso dos usuários. Mas o Brasil precisa criar um plano que favoreça a interconexão e relacione a Internet das Coisas ― outro advento iminente desse contexto ― ao nível de conectividade da sociedade.

Além disso, deve criar um ambiente favorável para o desenvolvimento de novas tecnologias por meio de incentivos fiscais e, ao mesmo tempo, de forma regulatória, inibir o surgimento de empresas que se aproveitem dessa alta demanda para elevar os preços dos serviços.

A interoperabilidade desse ecossistema deve acontecer de forma abrangente, entre todas as plataformas, soluções e dispositivos, como Smart TVs, que integram serviços de streaming e acesso à internet à transmissão tradicional.

Quais as tendências desse mercado?

Tecnologia VoIP

A tecnologia VoIP (Voz Sobre o Protocolo de Internet) permite a realização de chamadas telefônicas por meio da Internet. Basta o uso de um dispositivo (computador ou tablet, por exemplo), integrado a um software específico de conexão e um acessório de escuta, como headphone, nos casos em que as ligações precisam de maior privacidade.

Telefones comuns também podem funcionar com a tecnologia, por meio de um dispositivo chamado ATA (Adaptador para Telefone Analógico), que faz a adaptação da infraestrutura e opera como um gateway de VoIP.

A possibilidade de realizar chamadas digitais, videoconferências e o compartilhamento de dados já é uma realidade em muitos ambientes organizacionais, mas a maior tendência desse contexto é a adesão das empresas, que passam a enxergar a grande vantagem dessa solução, para aumento de produtividade e redução de custos com telefonia.

Interoperabilidade

Essa capacidade de comunicação eficiente entre sistemas permite a total integração entre as soluções. Os chamados OTT (over-the-top), compreendem serviços e a transmissão de dados e se baseiam em Big Data para criar listas customizadas, de acordo com a preferência de consumo dos usuários.

A Netflix e a Amazon Prime Vídeo são exemplos desses serviços, que tendem a crescer ainda mais e avançar para o mercado de telecom, cujas empresas precisam se resguardar com a inovação e ofertar soluções mais integradas de comunicação.

Banda larga

A maior expectativa do mercado de telecom é para a implantação da tecnologia 5G, que vem sendo adiada por motivos estruturais.

O primeiro leilão estava previsto para março de 2020, mas mesmo com a realização de constantes testes, a conexão 5G deve ser implantada somente no final de 2021 ou início de 2022, segundo entrevista do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

A grande dificuldade enfrentada para a implementação da rede é a necessidade da frequência de 3,5 GHz, usada para a transmissão de sinal de TV aberta por meio de antenas parabólicas.

O 5G é muito superior no transporte de dados se comparado a estrutura já disponível (4G) e será imprescindível para a aplicação de inovações, como inteligência artificial e Internet das Coisas, no contexto da transformação digital.

É preciso estar atento a esse contexto. O mercado de telecom deve atender adequadamente os anseios de agilidade, personalização e alta conectividade do consumidor 4.0., e isso requer investimento em inovação e a contratação de talentos muito específicos para a área de TI.

Confira o Guia completo com as principais tendências de 2020 na Telecomunicação e veja outras demandas desse contexto de transformação digital!

WhatsApp (11) 93023-8494