fbpx
GettyImages

GettyImages

Saiba agora como definir a maturidade móvel da sua força de trabalho

Você já parou para avaliar a maturidade móvel da sua força de trabalho? Pois saiba que flexibilidade, conectividade e liberdade são as palavras que melhor definem os funcionários móveis modernos e vão impactar 1,87 bilhão de pessoas, ou 42,5% da força de trabalho global, até 2022, segundo o IDG (Instituto de Desenvolvimento e Gestão).
Por isso, é importante descobrir e entender como avaliar e dominar a experiência, a gestão e o apoio do trabalho móvel da sua equipe. Com as mudanças que o mercado exige, esse é um conhecimento essencial para a saúde futura dos negócios.
O local de trabalho já não está, há muito tempo, confinado a um lugar fixo. Por isso, o aumento da mobilidade criou a necessidade de os profissionais estarem conectados o tempo todo e acessarem informações de qualquer lugar por meio de dispositivos de sua preferência.
Assim como o aumento do número de funcionários millennials obriga as organizações a usarem cada vez mais ferramentas modernas no trabalho, a busca por opções que permitam dar mobilidade, agilidade e facilidade de acesso ao trabalho, mas que garantam a segurança e a eficiência, é cada vez maior.

Criando uma experiência móvel agradável aos funcionários

A necessidade de implementar e evoluir estratégias, que permitam que funcionários se envolvam de maneira eficiente, está levando as organizações a buscarem ferramentas que facilitem as reuniões virtuais e aumentem a integração das equipes.
Segundo um estudo publicado pelo The Economist, é preciso considerar que as empresas com maior maturidade móvel da sua força de trabalho são classificadas como melhores, por atraírem talentos, obtendo o melhor trabalho de seus funcionários e permitindo a criatividade e inovação.
Esses dados sugerem uma mudança cultural ainda maior. A tecnologia tornou-se uma força indispensável na forma como os trabalhadores percebem suas carreiras e de seus empregadores.
Os tomadores de decisões e líderes de negócios de TI reconhecem que a colaboração ajuda a aumentar a produtividade e a obter vantagem competitiva dentro de restrições orçamentárias. Eles tem dois objetivos: fornecer a experiência mais adequada para usuários finais e fazê-los de maneira estratégica.
Claramente, a colaboração é um caminho para a maioria das organizações e a tecnologia é um facilitador para isso. Portanto, as organizações mais maduras tendem a usar a mobilidade para criar uma transformação inovadora, enquanto empresas menos maduras geralmente lutam apenas para gerenciar a mobilidade de forma eficaz.

Definindo o nível de maturidade da sua empresa

Tanto empresas de grande porte quanto pequenas empresas têm avaliado como as comunicações unificadas podem acelerar o tempo de comercialização e criar uma força de trabalho mais produtiva e engajada.
Listamos aqui algumas questões para você avaliar a maturidade da mobilidade de sua empresa:

  • Ela oferece suporte a dispositivos?
  • Ela tem políticas de governança para dispositivos móveis?
  • Ela tem regras de segurança e conformidade?
  • Ela se preocupa com a satisfação do usuário final?
  • Ela tem aplicações?
  • Ela oferece integração com outras infraestruturas?
  • Ela aplica estratégias de contenção de custos?

Cada nível de maturidade tem seu próprio conjunto de características de identificação. Esse tipo de avaliação é importante para identificar com precisão os níveis de maturidade de uma organização.
Por isso, fique atento a alguns atributos que configuram empresas com nível inferior:

  • dispositivos emitidos com base em cargos, em vez de necessidade;
  • nenhuma avaliação clara do status de BYOD (Bring Your Own Device) ou políticas relacionadas;
  • nenhuma avaliação recente de um produto de gerenciamento de dispositivo móvel (MDM) ou de gerenciamento de mobilidade empresarial (EMM);
  • segurança de dispositivo uniforme, independentemente da variabilidade de risco entre grupos de usuários;
  • suporte e práticas operacionais limitados, incluindo atrasos na resposta a dispositivos perdidos / roubados, feedback insatisfatório do usuário final e suporte a “melhor esforço”;
  • uso mínimo de aplicativos móveis no trabalho remoto;
  • fraca governança da mobilidade com mecanismos limitados de feedback à TI a partir das linhas de negócios.

Características que configuram empresas com nível superior:

  • reconhecimento do papel da mobilidade na transformação e garantia do status fundacional na estratégia de TI;
  • identificação e aplicação de segmentos e perfis de usuários para permitir a implantação de tecnologia baseada em função, suporte, reembolso financeiro e postura de segurança;
  • governança de TI que enfatiza a capacitação de negócios e a colaboração;
  • distribuição mais ampla de aplicativos comprovados;
  • o desenvolvimento de uma estrutura e algumas implementações de aplicativos verticais para melhoria e automação de processos de linha de negócios.

Dicas para implantar uma força de trabalho móvel

Para transformar a força de trabalho móvel em uma experiência de alto nível, siga algumas etapas e procedimentos que listamos a seguir. Cada um desses pontos é importante para que seja possível implantar a gestão inteligente da força de trabalho e dar a ela mobilidade e eficiência. Confira os detalhes abaixo.

Crie uma política de trabalho virtual expressa

Muitas vezes não existe clareza nas diretrizes e políticas que envolvem o trabalho virtual dentro da empresa, o que gera dúvidas nos funcionários e pode causar problemas de alinhamento entre a equipe e a empresa.
Por isso, o primeiro passo para garantir que todos estejam cientes das regras, condições e possibilidades de trabalho virtual é, justamente, definir e estabelecer quais são elas e gerar uma política de trabalho virtual que esteja acessível a todos os colaboradores.
Com isso, passa a ser possível ao funcionário entender como esse tipo de trabalho funciona, quais são as diretrizes da empresa para esse tipo de função, quando ele é permitido e também como ele deve proceder.
No entanto, essa política não deve ser algo fechado ou imutável, mas sim possuir flexibilidade para se adaptar ao feedback dos funcionários, especialmente em empresas com grande volume de colaboradores, onde as condições de trabalho virtual podem mudar de equipe para e equipe ou ao longo do tempo.

Ouça seus funcionários

Para estruturar uma política de mobilidade da força de trabalho e definir com eficiência as políticas de trabalho virtual, é importante entender as demandas dos colaboradores, as particularidades de cada departamento e mesmo as necessidades individuais de cada funcionário.
Por isso, é muito importante ouvir, avaliar e considerar o feedback trazido pelos colaboradores, já que eles muitas vezes identificam oportunidades, situações e problemas que podem passar despercebidos em uma primeira avaliação.
Além de auxiliar na definição das estratégias para o trabalho virtual, aumentar a adoção e o engajamento dos colaboradores e diminuir custos de retrabalho ou de situações que não foram previstas, ouvir os funcionários também cria sensação de pertencimento, privilegiando o senso de equipe e aumentando a produtividade.

Incorpore ao treinamento do gerente

Para que sua equipe tenha o melhor desempenho, é importante que todos os colaboradores estejam alinhados às regras, critérios e política para o trabalho virtual e, para garantir que isso aconteça, é fundamental que o gerente operacional esteja capacitado para auxiliar nesse processo.
Por isso, é importante incorporar ao treinamento dos gerentes, o conceito de maturidade móvel e também a importância do trabalho virtual para os resultados da empresa. Além de permitir maior integração dentro da equipe, isso também contribuirá para a continuidade de longo prazo dos processos.

Estabeleça uma cultura corporativa sólida

Cultura é fundamental para o sucesso de uma empresa e, para que mesmo os colaboradores que atuam fora da sede física se sintam pertencentes à equipe, é importante que seja desenvolvida uma cultura forte e sólida.
Isso é possível ao se estabelecer os valores da empresa, as regras de conduta e interação entre os colaboradores e também ao adotar estratégias de valorização de todos os funcionários, mesmo aqueles que atuam de forma remota.
Com essa estratégia, a empresa conseguirá integrar melhor os departamentos e fará com que todos os colaboradores se sintam parte da instituição.

Use tecnologia conectiva

Há uma diferença entre ter dispositivos móveis em seu local de trabalho e ter uma estratégia móvel. Você pode ter investido em mil dispositivos. Isso não significa que você já domina a mobilidade. O que acontece quando os dispositivos quebrarem? Quando é hora de atualizar? E a segurança? Cobrir essas bases metodicamente é o que faz a diferença entre ser um participante na era da mobilidade e ser um líder.

Definindo a visão da empresa

A avaliação da maturidade móvel da sua força de trabalho deve levar a um roteiro. Com isso, deve-se definir marcos críticos e indicadores-chave de desempenho ao longo de um período específico para executar a sua estratégia móvel.
Neste momento, uma consultoria é crucial para se atingir melhores resultados. Você já identificou os pontos de atrito. Quais são as suas opções no mercado, em geral, para melhorar esses problemas? Quanto vai custar? Quanto tempo vai demorar? Quanto você vai economizar de um ano para outro? Que recursos estão disponíveis para você, interna e externamente, para executar o seu plano de mobilidade?
Embora algumas organizações planejem e executem uma estratégia móvel por conta própria, a maioria opera em apenas uma fração do que é considerada a melhor prática na indústria. Isso causa diversos impactos negativos e pode prejudicar o desenvolvimento da empresa, levando a perda de talentos e dificuldade na atração de novos colaboradores.
Por isso, é importante buscar suporte especializado de uma empresa que tenha experiência no desenvolvimento de projetos de mobilidade corporativa. Além de facilitar a tomada de decisões e na identificação de potenciais problemas, esse suporte também torna os processos mais eficientes e reduz custos da operação como um todo.
O que você achou de saber mais a respeito da importância da maturidade móvel da força de trabalho, quais pontos levar em consideração e como definir a maturidade móvel em sua empresa? Para se manter sempre informado sobre esse e outros assuntos, se inscreva gratuitamente em nossa newsletter!

Leia Também:

Inteligência artificial e machine learning: os "must have" na telecom
iOS X Android: qual é o mais seguro?
Spring Inova ambiente de trabalho em parceria global com a WeWork
O que esperar do novo WhatsApp Business?
Dados são o novo petróleo
Como medir a sua vida
Como as máquinas aprendem a nos imitar
BYOD: A Solução que a sua empresa precisa
2050 e as inovações que vão impactar o mundo
 

WhatsApp (11) 93023-8494